top of page

Money Times - Semana de 4 dia: Quais empresas participam da fase piloto e entenda como funciona

20 empresas participarão do 4 Day Week Global no Brasil, que consiste em redesenhar a jornada de trabalho




Em empresas do Reino Unido, Estados Unidos e Portugal, a semana de 4 dias de trabalho, ou 4 Day Week Global, já foi implantada. Agora, o modelo começará a ser testado no Brasil a partir deste mês de setembro.


O projeto contempla a participação de 20 empresas brasileiras para os testes iniciais e 400 funcionários dentre elas. Há companhias em São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.


O projeto tem como objetivo ampliar a experiência no ambiente corporativo, revolucionando e “possibilitando mudanças no desempenho dentro de nossos cargos, tornando a jornada de trabalho mais produtiva e, ao mesmo tempo, saudável”, afirma a diretora da Reconnect Happiness at Work, Renata Rivetti, em nota.


A Reconnect Happiness at Work é a consultoria que faz parte do projeto no Brasil.



Como irá funcionar?


A jornada de trabalho e a quantidade de funcionários que estarão inclusos, será dividido individualmente, sendo que a empresa pode:

  • retirar a segunda-feira;

  • retirar a sexta-feira;

  • ou reduzir a carga horária desses dias.

Dessa forma, fica proposta ao colaborador a jornada de quatro dias de trabalho, ou 32 horas semanais, respectivamente.


O objetivo é realizar um redesenho na rotina de atuação dos colaboradores, para assim, melhorar a gestão de tempo, automatizar processos, delegar tarefas e principalmente e rever prioridades do dia-a-dia.


O projeto utiliza o princípio “100-80-100“, que consiste em: 100% de salário, 80% de tempo e 100% de produtividade ou produção.


O início da metodologia será em novembro, com a duração de seis meses. Por enquanto, serão as fases de testes e reuniões.



Quais empresas vão fazer parte do primeiro teste no Brasil?


Na lista contém empresas que atuam em segmentos: jurídico, saúde, comunicação, tecnologia, alimentação e entretenimento. Confira:

  • Hospital Indianópolis;

  • Editora Mol;

  • Smart Duo;

  • Thanks for sharing;

  • Oxygen;

  • Haze Shift – Consultoria de Inovação e Transformação Digital;

  • GR Assessoria Contábil;

  • Alimentare;

  • Ab Aeterno;

  • Soma, do grupo Dreams;

  • Brasil dos parafusos;

  • Innuvem Consultoria;

  • Inspira Tecnologia;

  • PN Comunicação Visual;

  • Clementino & Teixeira Advocacia;

  • Plongê Consultoria;

  • Vockan.

Além dessas, outras empresas também entraram para o programa, mas não autorizaram a divulgação.

14 visualizações
bottom of page