2020 veio para nos fazer mais resilientes?

Já estamos em outubro e daqui a pouco começaremos a ver as decorações de Natal. Quando refletimos sobre esses 10 meses, inevitavelmente pensamos: o que foi o ano de 2020 para todos nós, sem exceção? Que lições aprendemos com esses desafios?


Todos os nossos planos foram revisados, a maioria dos sonhos postergados, metas revistas, e mais do que nunca tivemos que nos reinventarmos como indivíduos, empresas e sociedade. Nenhum de nós passou ileso pelo que surgiu e a resiliência foi uma palavra-chave desse ano. Mas o que é de fato essa tão falada resiliência?

Resiliência é um conceito da física da capacidade de um objeto retornar à sua forma original após sofrer um impacto. E trazendo o conceito para nossas vidas, resiliência é nossa capacidade de aprendermos e nos transformarmos com os imprevistos desafiadores da vida. É fácil? Somos resilientes sempre? Definitivamente não! Muitas vezes não aceitamos que algo saia do nosso controle e nos tornamos apegados ao que planejamos, lutando contra algo que não está em nossas mãos.

É um fato que o mundo VUCA (volátil, incerto, complexo e ambíguo) ou MUVUCA (adicionando significado e universalidade) é um mundo que não temos a estabilidade e controle que achamos que temos. E a pandemia acelerou esse processo ou pelo menos deixou muito mais claro. A verdade é que o MUNDO IRÁ APRESENTAR OBSTÁCULOS, IMPREVISTOS, MUDANÇAS, INSEGURANÇAS. Nada está em nossas mãos, o mundo muda o tempo todo e não adianta lutarmos para controlarmos tudo. Não vamos!

Então, a resiliência não é uma qualidade opcional aos dias de hoje, mas sim obrigatória a todos nós. Aceitar o que nos acontece, olhar de forma otimista ou pelo menos esperançosa e ainda crescer com o que nos acontece é essencial. Dessa forma, saímos de um lugar de reatividade, pessimismo e vitimismo para assumir a responsabilidade por nossas ações e nossa vida. A má notícia é que o mundo continuará trazendo imprevistos, mesmo quando Covid-19 acabar ou se tornar irrelevante. Mas a boa notícia é que podemos mudar nossa forma de reagir a tudo isso.

Para nos tornarmos resilientes é preciso aprendermos a nos tornarmos mais otimistas, aumentarmos nossa inteligência emocional com autogestão e autoresponsabilidade e termos um propósito claro. Todos teremos desafios na vida e na carreira. Porém quando sabemos o que queremos e o que estamos fazendo fica mais fácil não desistirmos com os obstáculos. Se trabalharmos sem nenhum propósito ou significado quando surge um obstáculo nos desmotivamos e ficamos tentados a desistir. E às vezes só não o fazemos porque precisamos pagar nossas contas. Mas se trabalharmos porque nos sentimos realizados, vendo no trabalho um propósito e significado, fica mais fácil nos mantermos motivados.

Viktor Frankl um judeu, médico psiquiatra austríaco, que sobreviveu ao terrível campo de Auschwitz, nos ensina que a vida é ultrapassar obstáculos, desafios, mas sempre precisamos contar com um alicerce e um significado para seguirmos Em suas memórias ele nos conta que ter um propósito o fez manter-se são em meios às atrocidades que vivenciou. Em suas palavras: “O homem é, em virtude de sua autotranscendência, um ser em busca de sentido.” E essa é uma das chaves da resiliência e de uma vida com mais felicidade.

Seu propósito é claro para você? Isso o torna mais resiliente?

3 visualizações

Contato

Istmo-forma 2019