top of page

Correio Braziliense - Parceria trará ao Brasil experimento para empresas testarem jornada de 4 dias

Atualizado: 13 de jun. de 2023

Empresas de todos os tamanhos e setores podem participar do programa piloto, sejam todos os funcionários da organização ou apenas algumas equipes selecionadas




Em setembro, uma alternativa inovadora para a jornada de trabalho poderá ser experimentada no Brasil. De iniciativa de duas empresas direcionadas a promover produtividade aliada à qualidade (a 4 Day Week, comunidade sem fins lucrativos, que faz teses globais sobre carga horária reduzida; e a Reconnect Happiness at Work, brasileira especializada em felicidade coorporativa e liderança positiva), o experimento propõe a redução dos dias de serviço para quatro por semana.


Empresas de todos os tamanhos e setores podem participar do programa piloto, sejam todos os funcionários da organização ou apenas algumas equipes selecionadas. O modelo a ser implementado nas participantes será do tipo 100-80-100: 100% do salário, trabalhando 80% do tempo e mantendo 100% da produtividade.

Renata Rivetti, diretora da Reconnect e especialista em Felicidade Corporativa, ressalta que o foco principal deste modelo de trabalho é o aumento de produtividade. “Não é tirar um dia da semana, mas redesenhar nossa forma de atuar, fazendo uma melhor gestão de tempo, automatizando processos, delegando e principalmente revendo prioridades”, afirma.


"O interesse de empresas, funcionários, organizações sem fins lucrativos e pesquisadores aumentou em todo o mundo. À medida que as pessoas lutam para se recuperar da pandemia, o estresse no local de trabalho, as longas horas e as pressões da vida diária surgiram como problemas urgentes," acredita a 4 Day Week. "Cem anos atrás, passamos de semanas de trabalho de seis dias para cinco. Muita coisa mudou nesse tempo e estamos atrasados para uma atualização."



Sucesso em testes


Recentemente, 61 empresas do Reino Unido participaram de um teste com a semana de trabalho de quatro dias durante seis meses. O resultado apontou que com um dia a menos, as empresas mantiveram a produtividade dos colaboradores, e, em alguns casos, atingiu melhores resultados quando comparados à jornada de 5 dias. Remuneração e benefícios permaneceram inalterados.


Depois dos testes, a maioria esmagadora das empresas participantes (92%) decidiram manter o formato de trabalho . Além disso, durante o período experimental de seis meses, o estresse e o esgotamento dos funcionários diminuíram em 71%, registrando níveis mais baixos de burnout.


Além do Reino Unido, o teste de redução de jornada ainda foi empregado em países como Estados Unidos, Canadá e Irlanda.



4 Day Week Global


Criada por Andrew Barnes e Charlotte Lockhart, a 4 Day Week Global é uma comunidade sem fins lucrativos com intuito de fornecer uma plataforma para pessoas e empresas interessadas em aderir a ideia de redução da carga horária semanal de trabalho. Eles têm parceira com a Cambridge University e Boston College e com o Centro de Pesquisa de Bem-estar da Universidade de Oxford e oferecem assistência para elaboração do piloto semanal de quatro dias.


"O interesse de empresas, funcionários, organizações sem fins lucrativos e pesquisadores aumentou em todo o mundo. À medida que as pessoas lutam para se recuperar da pandemia, o estresse no local de trabalho, as longas horas e as pressões da vida diária surgiram como problemas urgentes," afirma a empresa. Ela também acrescenta que "estamos atrasados para uma atualização", visto que a mudança de semanas de trabalho de seis dias para cinco ocorreu a um século.



Reconnect Happiness at Work


Já a Reconnect Happiness At Work é uma empresa especializada em felicidade corporativa e liderança positiva. Seu propósito é "a criação de culturas organizacionais mais saudáveis, com mais significado, bem-estar, saúde mental e felicidade dos profissionais". Eles têm parceria com a Happiness Business School, com atuação em Portugal, Suíça, Holanda, Angola, Moçambique, Austrália e Arábia Saudita.

5 visualizações

Comments


bottom of page