top of page

Mundo RH - Liderança positiva é um dos grandes desafios

Atualizado: 13 de jun. de 2023

Se, como grupo, temos que trabalhar para reduzir o sofrimento humano, individualmente temos que cuidar de nosso próprio bem-estar


Como temos visto, desde os últimos dois anos, o mundo corporativo tem passando por transformações. Em 2020, o isolamento social obrigou as empresas a adotarem o home office. Em 2021, o home office começou a dar espaço ao modelo híbrido, que perdurou até 2022, até que algumas empresas retomaram o formato 100% presencial e novos formatos de trabalho surgiram. Todas essas transformações somadas ao aumento no número de casos de burnout trouxeram um novo olhar para as empresas sobre a saúde mental.

Os líderes já estão conscientes de que é preciso inovar em prol do bem estar dos colaboradores. Sendo assim, a questão não é mais como aplicar isso na rotina, mas sim como manter. O grande desafio é fazer com que a felicidade corporativa faça parte do planejamento da empresa como uma das prioridades. O cuidado com a equipe a fim de promover um ambiente de trabalho saudável e mais feliz precisa fazer parte da cultura organizacional.


Sendo assim, desenvolver hábitos mais humanos e positivos será algo benéfico não só para os líderes, mas também para os colaboradores, já que grande parte tem se mostrado insatisfeito com a liderança. Esta afirmação pode ser comprovada com um estudo que realizei, que constatou que 57% dos 176 profissionais de diversas áreas não estão 100% felizes com o ambiente de trabalho. O estudo revelou que 23,9% pretendem mudar de empresa neste ano de 2023. Já as outras justificativas são: 20,5% desejam continuar na empresa, mas desde que sejam promovidos ou mudem de área, e outros 13,1% desejam permanecer no mesmo emprego, mas exigem mudanças nas atitudes da liderança, ou, em segundo plano, que a empresa escolha um novo líder.

O resultado da pesquisa aponta que uma gestão mais humanizada e positiva deve ser uma prioridade para este ano de 2023. Os líderes precisam entender melhor sobre quais hábitos e atitudes em prol do cuidado com o próximo eles podem trazer para as empresas, aplicando no dia a dia.

Longe do autoritarismo excessivo, um bom líder é aquele que trabalha os pontos fortes da equipe, buscando aprimorá-los. No entanto, ela ressalta que a conquista absoluta desta liderança positiva e humanizada é um processo, que precisa de um ponto de partida para ser concretizado. E, caso os líderes estejam dispostos a aderir ao processo, algumas ações são essenciais:

  1. Trabalho non-stop. Líderes positivos precisam abandonar a ideia que produtividade vem de horas de trabalho intermináveis. Em longo prazo isso não é sustentável e ainda reduz produtividade. As pausas, desde micro pausas, como intervalo entre reuniões, momentos sem comunicação com o time a noite ou finais de semana, ou até macro pausas como as férias são essenciais para manter a produtividade do time de forma sustentável. É sempre importante o líder analisar se a equipe não está sobrecarregada.

  2. Valorizar a qualidade de vida. Neste novo formato de mundo de trabalho pós-pandemia a flexibilidade e autonomia viraram busca de muitas pessoas e priorizar qualidade de vida é essencial.

  3. Destacar os talentos. Bons líderes focam nas forças do time, maximizando seu potencial. Para garantir a segurança psicológica e um trabalho mais produtivo e significativo, é importante que a chefia desenhe as atividades de acordo com as forças de cada um. Sem dúvidas, aprontar somente as fraquezas não traz o melhor potencial de cada um. Pelo contrário, isso só reduz a autoestima e o engajamento do time.

  4. Fazer uma auto avaliação. O líder precisa chegar na segunda-feira e se perguntar “Quais hábitos positivos eu consigo trazer para a minha liderança no dia a dia?”. Com isso, ele sempre irá perceber o que pode melhorar na rotina e o que está dando certo e errado na busca pela gestão mais humanizada.

  5. Aderir a programas e projetos. Algumas iniciativas podem auxiliar nesse desenvolvimento no ambiente corporativo e sem dúvidas, são muito importantes para a construção de uma liderança positiva.

Finalizo dizendo que todos estes hábitos somados à disciplina são indispensáveis para construir um ambiente de trabalho mais prazeroso e feliz. O mundo mudou e nós podemos mudar também, basta aceitarmos o desafio e ir em busca do resultado.

47 visualizações

Comments


bottom of page