top of page

IstoÉ Dinheiro - Empresas começam testar a semana de 4 dias de trabalho no Brasil



Após anunciarem a adoção de um teste da semana de 4 dias de trabalho no final de 2023, 22 empresas começaram a realizar a nova jornada de trabalho na primeira semana de janeiro de 2024.


O período de teste será registrado em um estudo da FGV em parceria com a 4 Day Week Brazil, organização que presta consultoria para as empresas que resolveram adotar a novidade.


Neste estágio, as empresas participantes realizaram a entrevistas qualitativas semi-estruturadas com seus fundadores ou lideranças de alto escalão. As empresas não foram compelidas a adotar um formato específico para a semana de 4 dias, mas todas elas adotaram o modelo de folgar um dia. A outra opção era fazer dois dias de jornada de menos horas.


A condição para participar era manter os salários inalterados (em 100%) e proporcionar aos funcionários uma redução significativa no tempo de trabalho. O modelo é o chamado 100-80-100: com 100% dos salários, 80% do tempo e 100% de produtividade.


Mais de 70% das empresas participantes do piloto vão testar a semana de 4 dias com todos os funcionários, enquanto 6 organizações vão experimentar com algum departamento inicialmente.


Quais os motivos da participação? 


A pesquisa apontou que foram quatro os fatores que fizeram as empresas a adotarem esse novo modelo de trabalho: enfrentar desafios de atração e retenção de talentos; melhorar a produtividade e engajamento; aumentar a qualidade de vida das pessoas e mudar a forma como o trabalho é feito. 

10 visualizações

Komentarze


bottom of page