top of page

Grupo Gestão RH - Brasil será palco de experimento sobre trabalho de 4 dias



Dá para repensar o trabalho reduzindo a jornada e aumentando a produtividade por hora trabalhada? As empresas que fizeram a transição para uma semana de trabalho de 32 horas dizem perceber o aumento na produtividade, maior atração e retenção de talentos e melhora na saúde e no bem-estar dos colaboradores. Mas para medir o quanto essa mudança pode impactar empresas e funcionários, a partir de novembro, o Brasil será palco de um experimento com a adoção da semana de quatro dias de trabalho, o 4 Day Week Brazil.

A iniciativa é resultado de uma parceria entre a 4 Day Week, que realiza estudos sobre redução da jornada de trabalho, o Boston College e a Reconnect Happiness at Work, empresa focada em felicidade corporativa e liderança positiva.

O modelo que será implementado nas empresas participantes seguirá o formato 100-80-100, ou seja, os colaboradores recebem 100% do salário e trabalham 80% do tempo, mantendo 100% de produtividade. Depois de seis meses, ou seja, no primeiro semestre de 2024, serão avaliados indicadores como saúde mental, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, resultados financeiros e taxa de rotatividade.

No Reino Unido, o experimento foi realizado neste ano, com a participação de 2.900 funcionários de 61 empresas. Entre os principais resultados, 92% das organizações continuarão com a semana de quatro dias, 39% dos colaboradores se sentiram menos estressados, o turnover caiu 57% no período e, comparando com período similar anos anteriores, a receita das empresas aumentou 35%, em média.

As sessões informativas para as empresas foram iniciadas em junho e se estendem até a próxima semana. Em setembro, acontece a preparação e, em novembro, o início efetivo do experimento.

9 visualizações

Comments


bottom of page