top of page

Folha - Cinco sinais de que você está em um ambiente tóxico de trabalho

Atualizado: 4 de jul. de 2023

Edição da newsletter Folha Carreiras dá dicas de como identificar e evitar possíveis excessos corporativos


A edição de hoje é para aqueles que vivenciam ambientes de trabalho tóxicos ou que precisam de ajuda para verificar se estão em uma situação desse tipo. Para começar...



Cinco sinais de que você está em um ambiente tóxico de trabalho:

1. Microgerenciamento: é um tipo de gestão em que as lideranças exercem controle excessivo sobre os funcionários, o que gera alta pressão e pouca autonomia.

  • Exemplo: chefes que querem saber o tempo todo o que a equipe está produzindo e tudo que estão fazendo.

2. Cobranças fora do horário de trabalho. Receber mensagens no final de semana ou em momentos de descanso com pedidos relacionados a trabalho é um sinal de alerta. 3. Falta de ânimo para trabalhar. É preciso ficar atento ao sentimento de ansiedade antecipatória, diz Camila Magalhães, psiquiatra e cofundadora da Caliandra Saúde Mental, empresa especializada em saúde mental corporativa.

  • "Isso se manifesta quando a pessoa está prestes a dormir e fica remoendo o que precisa entregar no trabalho, com medo do que enfrentará na semana ou no dia seguinte", explica.

4. Competição excessiva na equipe. Há lideranças que criam um clima competitivo que, no longo prazo, gera uma cultura depreciativa e prejudicial para o dia a dia do trabalho.


  • Exemplo: pressão causada por demissões em massa, quando competição entre os funcionários aumenta, assim como o medo de ser o próximo a sair, diz Magalhães.

5. Assédios verbais e sexuais. É importante identificar abusos sutis, disfarçados de brincadeiras ou comandos de controle, explica Renata Rivetti, diretora da Reconnect Happiness At Work, empresa especializada em liderança positiva.

  • Exemplos: "Quando a pessoa não consegue expor seu ponto de vista e é ridicularizada. O líder que grita, coloca mulheres em condições diferentes a dos homens", afirma Magalhães.


Como evitar ou sair desse ambiente?

Transparência na comunicação. Busque formas de resolver isso internamente. Converse com colegas ou com seu chefe e exponha os pontos de desconforto, trazendo sugestões de como melhorar o ambiente.

  • Não resolveu? Procure o RH ou outros canais de denúncia da empresa.

Mas... Se o profissional não tem espaço para isso ou percebe que a cultura da empresa normaliza o ambiente tóxico, deve buscar formas de se capacitar para novas oportunidades, sugere Rivetti.

  • Já falamos de tema parecido por aqui: veja a edição da newsletter sobre o que fazer se você odeia seu trabalho, mas não pode sair.


Caso a caso. O que fazer quando...

...meu chefe é a pessoa tóxica.

Pode ser que o líder não saiba gerir sem promover controle excessivo. Proponha uma conversa para, juntos, buscarem soluções e criarem um espaço de confiança e mais autonomia, indica Rivetti.

  • Mas... Se o líder age intencionalmente com abuso, pontua Rivetti, é possível denunciar o comportamento em algum canal apropriado e, em último caso, buscar novas oportunidades.

  • Outra alternativa: se você gosta do trabalho e da empresa, tente trocar de área na companhia.

...meus colegas de trabalho são tóxicos.

Casos mais comuns envolvem deboche e brincadeiras de mau gosto, diz Ana Carolina Peuker, da ABQV (Associação Brasileira de Qualidade de Vida). Para evitar isso, há dois caminhos:

Tente comunicar o incômodo aos colegas e ser honesto. Se isso continuar, busque canais de denúncia ou reporte ao líder;

  • Sugira rodas de conversa entre as equipes para mostrar novos caminhos e melhorar o ambiente, sugere Rivetti


Quais as consequências de um ambiente de trabalho tóxico?


"Acaba com a motivação e engajamento dos funcionários, tornando-os mais infelizes com seus trabalhos. Além disso, afeta também a saúde mental, com altos índices de pessoas sofrendo de depressão, ansiedade e burnout. Todos esses problemas têm um impacto nas relações sociais do profissional e na sua capacidade como colaborador. No final, isso resulta em uma diminuição da produtividade. As empresas têm se preocupado em tratar os sintomas, por exemplo, oferecendo benefícios de bem-estar quando os funcionários estão ansiosos. No entanto, não adianta tratar apenas os sintomas se não se abordar a raiz da causa."



Como saber se a empresa na qual vou ingressar não tem um ambiente assim?


"Busque na internet avaliações sobre a empresa, como no Glassdoor ou LinkedIn. Outra alternativa seria conversar com pessoas de diferentes áreas que já trabalham na organização para entender como se sentem no ambiente. Mas não se feche para novas oportunidades. Quando passamos por um ambiente tóxico, podemos ficar reativos ou receosos com novos ambientes. Isso tem um lado bom, que é não entrar em qualquer roubada, mas cria um distanciamento, pois começamos a ter medo das relações profissionais."

107 visualizações
bottom of page