2021, novas metas, novos sonhos... será que estou buscando a felicidade no lugar certo?

Um dos mitos da felicidade, segundo a pesquisadora da Universidade da California, Riverside, Dra. Sonja Lyubomirsky, é de que só alcançarmos a felicidade quando conquistarmos algo. Só vou ser feliz quando.... for promovida, ganhar mais dinheiro, depois de uma cirurgia plástica, mudar de apartamento, finalizar meu mestrado, me aposentar, ganhar na mega sena, etc.


Porém, segundo Dra. Sonja essa ideia é mesmo somente um mito e não a realidade, devido à nossa adaptação hedônica. Quando conquistamos esses sonhos e planos é verdade que sim, aumenta nossa felicidade por algum tempo, mas depois voltamos ao nosso patamar de felicidade antes dessa conquista.


Isso ocorre principalmente por dois motivos. O primeiro deles é que quando atingimos uma meta, logo nossa expectativa aumenta e criamos logo uma nova meta. Somos promovidos. Ficaremos felizes por um tempo, mas somente alguns meses, até nos adaptarmos e já querermos uma nova promoção, novos desafios. O segundo deles é que temos um estado constante de comparação social: sempre haverá alguém mais bonito, mais rico, mais bem sucedido, mais feliz. E essa comparação nos leva SEMPRE à uma frustração e infelicidade.


Então, melhor não buscarmos mais metas e conquistas, já que isso não nos traz felicidade permanente? Não! Definitivamente não. Precisamos sim de metas, de desafios, de um propósito para nos motivarmos. Mas somente conquistas materiais certamente não nos farão mais felizes.


Isso significa que está na hora de pensar mais profundamente. O que realmente te traz sentido na vida? Por que você levanta todos os dias? O que te traz um sentimento de engajamento? O que te traz realização? Ou até, o que te faz mesmo feliz? Tenho certeza de que as respostas não são um carro novo, o Iphone 12, um apartamento maior. Mas sim, as relações que você tem, sua família, suas entregas profissionais, as pessoas que você influenciou, as experiências que você viveu, o reconhecimento que teve no trabalho, etc.


Por isso, planeje sim um 2021 com metas e sonhos. Mas lembre-se do que realmente importa. E claro, é importante sim a vida de prazeres e conquistas materiais. Mas se for somente por esse viés nossa busca, em algum momento percebemos que falta algo. Todos buscamos uma vida com sentido e significado.


Afinal, 2021, novas metas, novos sonhos... será que estou buscando a felicidade no lugar certo?

69 visualizações0 comentário