pexels-fauxels-3184419.jpg

Felicidade + Trabalho = Resultados

Felicidade + Trabalho = Resultados

Questões físicas como a qualidade das cadeiras, temperatura do escritório e condições gerais das instalações são básicas, mas são alguns exemplos de um primeiro passo. No entanto, o conceito de Happiness at Work vai muito além, principalmente no momento atual, e está diretamente relacionado com a capacidade que uma empresa tem de cultivar e agir de acordo com seu propósito, fazendo com que sua equipe sinta que está realizando um trabalho importante para sociedade e alinhado com seus propósitos pessoais. A empresa também deve promover um ambiente inspirador, da mesma forma como faz com seus clientes, criando experiências incríveis que sejam lembradas em todos os momentos da vida, e não só quando se está trabalhando. 

 

A forma como vivemos experiências cada vez mais personalizadas em nossas vidas como consumidores gerou, nos últimos anos, um movimento em que colaboradores querem a mesma vivência que tem como consumidores no ambiente corporativo. As pessoas querem ser felizes no trabalho e na vida pessoal, pois não separam mais uma coisa da outra.

 

Ser mais feliz no trabalho está diretamente relacionado a uma melhor saúde e bem-estar, a tornar-se mais criativo, inovador, produtivo e eficiente em solução de problemas. Comportamentos como maior autenticidade, comprometimento e engajamento, que fazem com que as pessoas estejam mais dispostas a contribuir além de suas atribuições, também são exemplos de outros benefícios que uma cultura de Happiness at work pode agregar. 

 

Cenário Atual

⟶ Em todo o mundo, apenas 13% dos trabalhadores estão engajados em suas empresas. No Brasil são 27% os engajados (Gallup)

⟶ Um levantamento do Conference Board apresentou que apenas 45% dos colaboradores entrevistados estavam felizes com seu trabalho

Resultados

⟶ 61% de aumento na produtividade e resultados financeiros (Deloite 2018)

⟶ 37% menos absenteísmo (Gallup)

⟶ 25% menos turn-over  (Gallup)

pexels-fauxels-3184394.jpg

Boomers + X + Millenials + Z = Resultados

Boomers + X + Millennials + Z = Resultados

Atualmente o mundo corporativo é composto por gerações muito diferentes - baby boomers, X, millennials e Z. As exigências, a competitividade do mercado de trabalho e os desafios atuais, tornam cada vez mais urgente a promoção e desenvolvimento de uma cultura de felicidade corporativa suficientemente atrativa para as diferentes gerações e para motivar e reter membros cruciais da sua equipe. A maioria das empresas, atualmente, tem equipes e líderes da geração Millennials, segundo pesquisa do Employability Institute​:

 

⟶75% buscam o equilíbrio entre o trabalho e vida pessoal, além de flexibilidade.

⟶53.1% querem trabalhar em empresas com valores e culturas em que admirem.

⟶90.6% desejam oportunidades de aprendizado e crescimento de carreira.

pexels-fauxels-3184424.jpg

Customer Experience +

Employee Experience = Resultados

Customer Experience + Employee experience = Resultados

O primeiro passo para a felicidade no trabalho é a empresa ter um cultura organizacional e valores claros e bem definidos. Os consumidores valorizam cada dia mais marcas que estejam engajadas em causas sociais, sustentabilidade, diversidade e inclusão. 

 

Os colaboradores também buscam trabalhar em empresas que eles admiram, tenham orgulho e que sejam verdadeiras com seu propósito e causas. Ao se sentirem bem assistidos como colaboradores, terão orgulho dos produtos que consomem como clientes da empresa. E, ao ter orgulho dos produtos e da empresa, vão também oferecer um serviço melhor aos demais consumidores. Colaboradores felizes deixam clientes encantados e são seus maiores influenciadores.

Segundo pesquisa da pesquisa Accentury Strategy.

⟶83% dos brasileiros compram de marcas alinhadas com seus valores pessoais.

Segundo pesquisa da consultoria RandStad:

⟶96% concordam que o alinhamento de valores pessoais com a cultura da empresa é um fator-chave para a satisfação em trabalhar lá, 

 

⟶62% dos candidatos pesquisam as empresas nas mídias sociais antes de se candidatarem a uma vaga,

⟶80% já saíram de uma empresa por não ter um alinhamento cultural.

Contato

Istmo-forma 2019